Irmãs de São José de Chambéry do Brasil e Bolívia
Processo de Integração

Quem somos?

Somos 660 mulheres cheias de vida, dinamismo, experiência, portadoras de um grande tesouro: O CARISMA DE COMUNHÃO! Herdeiras da intuição original de nossos fundadores e fundadoras e de sua audácia, generosidade, fidelidade no seguimento de um projeto revolucionário: o Projeto de Jesus de Nazaré que para nós se chama Pequeno Projeto!

Somos mulheres que em nossas veias corre sangue indígena, afro, português, italiano, japonês, polonês, alemão, ucraniano... Formamos uma grande família vindas da Bolívia e de várias regiões geográficas do Brasil.

Somos portadoras de saberes diversos desde preparar uma comida saborosa, exercer uma pedagogia popular ou institucional, defensoras dos pequenos/as, cuidadoras de doentes, pobres, excluídos, vítimas de tráfico, da exclusão, da exploração expressa sob as diferentes formas. Temos habilidades profissionais invejáveis a qualquer grupo: habilidades de administrar uma casa, uma comunidade, uma grande ou pequena escola, um grande ou pequeno hospital, creches, asilos, centros das mais diferentes atividades...

Carregamos em nossa grande família experiências de 10, 40, 70 anos de vida comunitária, de partilha de vida e de bens e da busca comum da vontade de Deus.

Vivendo em pequenas comunidades buscamos revelar que Jesus é nosso irmão e que é possível nos querermos bem, como Irmãs, mesmo sendo de idades, origens, mentalidades e culturas diferentes.

No Brasil e na Bolívia, vivemos em 130 comunidades, vinculadas a uma família maior que é a Congregação das Irmãs de São José de Chambéry, com 1.505 irmãs espalhadas nos cinco continentes e articuladas como grande família do Pequeno Projeto.

Temos consciência também que toda esta riqueza traz em si as contradições da vida.

Assim como nossos corpos trazem as marcas do tempo, nosso Corpo Congregacional apresenta também algumas marcas e contem alguns “vírus” que juntas iremos sanar: a acomodação, o individualismo, o fechamento e a baixa estima, bem como, o nosso entusiasmo, a espiritualidade e a mística estão debilitadas. Estamos muito concentradas em algumas áreas e atividades. Isso nos empobrece!

Mas para quem atravessou mares, enfrentou guerras, fome, solidão, doenças, carrega em si a história centenária de doação, martírio, dedicação... Não irá superar estes “vírus”?

Então o que queremos? Para onde vamos?

Eis o sonho de sermos sempre mais, Brasil/Bolívia, um Corpo Congregacional!

O dinamismo de umas, a disposição, a experiência, a fidelidade e a audácia de outras, nos levarão a caminhos nunca antes percorridos!

Já temos muita caminhada em conjunto, mas “PRECISAMOS AVANÇAR para águas mais profundas” com audácia, esperança, generosidade e fé.


Galeria de fotos

topo voltar