Irmãs de São José de Chambéry do Brasil e Bolívia
Memorial Saudades

Pierina Amália Tumerelo

 29/06/1937     10/04/2016



CONGREGAÇÃO DAS IRMÃS DE SÃO JOSÉ DE CHAMBÉRY NO BRASIL

                                                                                                                 Ir. Pierina Amália Tumerelo

                               

                                                                                                              * Nascida: 29 de junho de 1937

 

                                                                                                              + Falecida: 10 de abril de 2016

                     

                                                                                                Obrigada, Senhor pela alegria em doar nossa vida              

                                                                                                                  aos pobres e excluídos ( Sl 34)

 

          Este Salmo orientou e foi o sustentáculo de Ir. Pierina em toda a sua caminhada missionária, na fidelidade ao Senhor da Vida.


            Pierina nasceu em Guaporé, Rio Grande do Sul, no dia 29 de junho de 1937. Era filha de Remiro Tumerelo e de Joaninha Zanandrea Tumelero. Sendo de família profundamente cristã foi levada à pia batismal, no dia 29 de julho de 1937, em Guaporé/RS.


            Era de família muito unida e profundamente religiosa. Tinham um bom relacionamento na comunidade cristã  e profunda   vivência da fé. Era muito solidária com os pobres. A avó e seu pai eram os que motivavam e animavam a família na oração. Viveu sua infância no estilo patriarcal, solidária na partilha dos bens e na entreajuda nas necessidades. Era piedosa e organizada. Seus sonhos e desejos como criança e adolescente consistiam em estudar, ser catequista, missionária entre os índios e ser Religiosa Consagrada. Sentiu o apelo à Vida Consagrada, motivada por uma colega de aula e recebeu apoio de sua família. Fez esta escolha num processo de discernimento, com muita oração e diálogo com Deus e na família.


            No dia 17 de fevereiro de 1962, Pierina ingressou na Congregação de São José de Chambéry, na Província de Garibaldi/RS, no postulantado. No dia 17 de dezembro de 1962, iniciou o noviciado. Fez o seu  1º Engajamento no dia 17 de dezembro de1964 e sua Consagração Definitiva ao Senhor, no dia 29 de janeiro de 1970.


            O que sempre alimentou sua caminhada foi sua opção por Jesus de Nazaré, seu elã missionário, sua doação, seu amor aos pobres, a vivência comunitária e o trabalho na gratuidade, vivenciando tudo isso, com entusiasmo e alegria.


             Ir. Pierina exerceu, com muito amor e carinho a missão de Enfermeira nos seguintes Hospitais: São Pedro - Porto Alegre/RS; Riachão e Paraibano/MA. Exerceu a missão de  Superiora Provincial, por dois mandatos, em Pastos Bons, São Domingos e São Luis/MA. Trabalhou nas Pastorais em Nova Olinda do Norte/MA e Marituba/PA. Desempenhou sempre seu trabalho apostólico com muita dedicação, entusiasmo e alegria e se sentia feliz de descobrir o valor de poder aliviar a dor de quem sofria. Sentia-se feliz e realizada ao se encontrar com as Irmãs e ser enviada em missão para a Região.


            Ir. Pierina sempre foi uma irmã solícita e prestativa. Seu zelo missionário foi sempre vivido com muito entusiasmo indo aos mais pobres e acolhendo aquelas pessoas mais fragilizadas que buscavam uma orientação, um encaminhamento médico, ou simplesmente uma escuta.


Como enfermeira e parteira salvou muitas vidas e treinou muitas pessoas, através de cursinhos, formando outras pessoas para darem continuidade à missão.


            Ir. Pierina sempre foi uma mulher de muita oração e escuta da Palavra de Deus. Amava o silêncio e gostava de interiorizar a vida e os acontecimentos. Sempre tirava grandes lições de tudo o que via e acontecia.


            Apesar de pouca saúde, nunca dizia  “não” para o que lhe era pedido, fosse para atender às irmãs, fosse para qualquer serviço na saúde e/ou nas pastorais.


            Era dotada de um grande espírito de humor. Sabia brincar e divertir. Isso tornava a convivência muito gostosa. Sua humildade e simplicidade nos fazia sentir de perto o patrimônio da nossa espiritualidade. Seu testemunho de vida religiosa feliz marcou-nos profundamente. Sempre dizia que não tinha nada a pedir, somente a agradecer.


            Desapegada de tudo, deu-nos grandes lições de abertura. Amava profundamente estar em missão na Região N/NE. Mas percebendo que cada vez mais as forças diminuíam, não hesitou de dizer que estava aberta para ir em qualquer lugar para ser cuidada, mesmo que fosse um grande sacrifício deixar a Região N/NE. Ir Pierina, na sua generosidade e grandeza de coração, vibrava com a caminhada da integração das Irmãs de São José no Brasil. Ofereceu sua vida pelo sucesso deste processo!


            Suas principais habilidades artísticas: bordado, vagonite, crochê. Também confeccionava cartões e se dedicava a fazer e a enfeitar pratos culinários.


            Em 2014, sentindo-se fragilizada pela doença, decidiu colocar em prática o Processo Integrando das províncias escolhendo vir para Curitiba fazer seu tratamento de saúde.


            Amava muito sua família. Ficava muito feliz e agradecida com suas visitas. Os seus familiares eram sempre lembrados em suas orações. 

            Ficou profundamente marcada com a garra de Irmãs, Leigas/os no seu empenho de fazer acontecer o Reino de Deus neste mundo, tornando-o mais igual, humano e justo.


            Permaneceu na província do Paraná desde 22 de abril de 2014, para tratamento da saúde. Durante este período foi um exemplo de bondade e gratidão pela acolhida e pelos cuidados recebidos pelas Irmãs, enfermeiras e médico.


            Irmã Pierina impressionava a todos/as que, a exemplo de Jesus, continuou sua missão durante a sua doença. Ela dizia: “Antes eu, com a graça de Deus, procurava levar aos pequeninos e necessitados  a Palavra de Deus e, agora que me encontro sem condições, trago  todos na minha oração. Hoje, meu quarto é meu mundo. Aqui está meu santuário! Aqui rezo para todas as necessidades das pessoas, dos pobres e da Congregação”.


            Ir Pierina, no dia 10 de abril de 2016, às 23h., fez sua Páscoa, a fim de viver plenamente a ressurreição  junto à Trindade Santa e cantar eternamente a sua glória. Partiu serena como foi sua vida, aos 78 anos de existência e 52 anos de vida consagrada.


            Querida Ir Pierina, nós suas coirmãs de Congregação, familiares e amigos, agradecemos seu testemunho de vida, marcado pela vivência da Palavra de Deus, da Espiritualidade e Carisma da Irmã de São José. De junto do Pai, continue intercedendo por nós, para que sejamos dóceis às provocações de Deus em nossas vidas, a fim de que, como você, procuremos sempre “fazer a vontade do Pai”. Peça ao dono da Messe que mande mais vocações religiosas para serviço do Reino!

 

                                        

 

      ORAÇÃO  A SÃO JOSÉ

 

Lembrai-vos ó São José, que jamais se ouviu dizer

que alguém tivesse invocado

vossa proteção e implorado vosso auxílio

e não fosse por vós atendido.

Com esta confiança, dirigimo-nos à vossa presença.

A vós, com fervor, nos recomendamos.

Enviai à Igreja, vocações sacerdotais,

Religiosas e Leigas comprometidas

com a construção do Reino de Deus.

Olhai com solicitude para as nossas famílias e

Comunidades, a fim de que guardemos

com fidelidade o dom da fé e da consagração batismal,

que nos une a Cristo e nos coloca a serviço do seu Reino.

Não desprezeis as nossas súplicas, mais dignai-vos

a colhê-las favoravelmente. Amém
topo voltar