Irmãs de São José de Chambéry do Brasil e Bolívia
Memorial Saudades

Irma Ida Mezzomo

 04/09/1922     08/12/2015



CONGREGAÇÃO DAS IRMÃS DE SÃO JOSÉ DE CHAMBÉRY

PROVÍNCIA DE CAXIAS DO SUL

Irmã Ida Mezzomo

* 04.09.1922

+ 07.12.2015

 

A citação evangélica “Eu vim para que todos tenham Vida plena” e a oração do “Pai Nosso” foram marcos iluminadores e norteadores na caminhada de Irmã Ida e que serviram de motivação para uma vida de doação, desprendimento e amor que ela viveu e ensinou a viver.


Ida Mezzomo nasceu em São Virgílio da 2ª Légua, Caxias do Sul, no dia quatro de setembro de 1922 e foi batizada no dia 1º de outubro do mesmo ano.


Era filha de Jorge Mezzomo e Carolina Dal Sochio Mezzomo.

A mãe faleceu aos 37 anos, deixando no coração dos filhos muita tristeza e um grande vazio. Com o consentimento dos filhos, após três anos, o pai casou pela segunda vez. Por isso, ao todo, são 14 irmãos.


A família de pequenos proprietários, descendentes de italianos, zelava pelos valores religiosos, sustentados pela oração diária. Os pais, pelo seu testemunho, ensinavam a viver na simplicidade, a partilhar os produtos da terra, a ajudar os vizinhos nas dificuldades, a cultivar sempre a amizade e o bom relacionamento com as pessoas.


Aos poucos, Deus foi manifestando o chamado à Vida Religiosa que, segundo Irmã Ida, foi tomando consciência do chamado pelo testemunho de alegria e doação dos Padres e das Irmãs que conhecia.


Foi muito difícil para Ida deixar a família e, ao mesmo tempo, receber seu consentimento.

Passado um breve tempo e percebendo sua insistência, em 1936, foi para o Juvenato em Garibaldi, aos 14 anos, acompanhada pelo pai.

Em 1940, fez o primeiro engajamento na Congregação das Irmãs de São José.

Como Religiosa, decidiu servir aos irmãos exercendo a profissão de Professora, trabalho que exerceu por muitos anos e com total dedicação. Lecionou na cidade de São Marcos, São Francisco de Paula, Rio Grande, Lagoa Vermelha onde exerceu também a função de Diretora da Escola. Destacou-se pelo trabalho junto aos Grêmios Estudantis.


 Inteligente e dedicada, além do curso Normal, procurava capacitar-se para melhor servir. Assim cursou Suficiência em Geografia, Orientação Educacional, Exegese e Teologia Bíblica e participou da Escola de Pastoral, Psicologia e Espiritualidade denominada “Ancila Dómini”.


Aconselhada a fazer Psicologia, preferiu, com coragem e zelo missionário, desprendimento e amor aos pobres, partir em Missão. Assim, em 1974, foi para o Estado do Maranhão, inicialmente em São Raimundo das Mangabeiras, depois Pastos Bons, Riachão, Paraibanos e São João dos Patos.  Em 2012, foi para Marituba, Pará. Em todos os lugares por onde passou, muito trabalhou principalmente na formação de Lideranças, na catequese, na Liturgia e com professores. Certamente, todos esses lugares foram muito enriquecidos pela presença evangelizadora de Irmã Ida. Ao falar de sua presença e atuação junto a esse povo pobre, esquecido e abandonado, dizia: “O Nordeste me evangelizou!” Não conseguia se conformar com a situação de pobreza em que vivia o povo. Era tomada de grande indignação ao perceber a exploração, a injustiça e a total carência de saúde, educação e comida de tantas pessoas que pediam melhores condições de vida. Mas Irmã Ida não desanimava. Sonhava sempre com novos projetos. Sabia aproveitar dos meios para crescer no elan missionário: a oração, partilha comunitária, as assembleias Paroquiais e Diocesanas, encontros de confraternização, vivência do Carisma fundacional. Tinha grande amor à Natureza.  Zelava pela conservação e preservação do Planeta para ver concretizado ali o Projeto de Deus.


Em 2013, sentindo que a Missão na Região N/N estava cumprida e sentindo-se com a saúde fragilizada, solicitou vir para o Sul e foi residir na Casa Nazaré em Caxias do Sul.


Querida Irmã Ida, nesse momento, em nome do povo, dos familiares, das pessoas amigas e das Irmãs da Congregação, expressamos nossa gratidão a Deus pela tua vida em missão. E contigo, rezamos o Salmo por ti escrito e rezado:

Pai, Filho e Espírito Santo, fonte de vida, de luz e santidade, vos louvo, adoro e bendigo porque pensastes em mim desde toda a eternidade.

Porque me acolhestes para fazer parte do Povo de Deus, nascendo nas águas do Batismo e na grande família das Irmãs de São José;

Porque me enviastes em missão em terras maranhenses e pusestes em meu caminho pessoas que deram muito de si na minha formação;

Porque aguçastes minha sensibilidade e minha mente para entender, amar e viver vosso Projeto se bem que imperfeitamente;

Porque iluminastes meus olhos para melhor contemplar e admirar as maravilhas da vossa criação e colocastes vosso louvor e sabedoria nos pequeninos que têm morada em vosso coração.


Quão maravilhosas são vossas obras, Trindade Santa, todas feitas com amor.


Irmã Ida, descansa na paz do Senhor, Pai da Misericórdia!

 

Caxias do Sul, 08 de dezembro de 2015.

topo voltar