Irmãs de São José de Chambéry do Brasil e Bolívia
Memorial Saudades

Irmã Lourdes Bernardina Zamban

 24/01/1932     16/07/2015



 Congregação das Irmãs de São José de Chambéry
Província de Caxias do Sul

                                   Irmã Lourdes Bernardina Zamban 

* 24.02.1932

+ 16.07.2015

 “Jesus colocou água na bacia e começou a lavar os pés dos discípulos,
enxugando-os com a toalha que tinha na cintura” (Jo 13,5)

Irmã Lourdes Bernardina Zamban tinha essa frase como luz e incentivo que motivava e guiava sua vida, suas atitudes e seu relacionamento com as pessoas. Ela soube traduzir na prática essa passagem do Evangelho de São João pelo serviço gratuito, humilde e generoso.

Irmã Lourdes Bernardina Zamban que nasceu no dia 24 de fevereiro de 1932 em Antônio Prado, RS, foi exemplo de doação, disponibilidade, confiança e zelo na construção e propagação do bem.

Seus pais, Pedro e Amabilie Zamban, transmitiram e ensinaram a seus 11 filhos a viver a força da fé no amor a Deus, a dedicação ao trabalho e ao estudo, a vivência da justiça, da verdade e o cultivo da boa vizinhança.

Aos 24 anos de idade, fez o Noviciado em Garibaldi e em 1959, no dia 29 de janeiro, fez o primeiro engajamento na Congregação das Irmãs de São José.

A vida de Irmã Lourdes foi uma longa trajetória dedicada à Educação. Exerceu as funções de Diretora, de coordenadora e professora em diversas escolas da Congregação: Rainha dos Apóstolos em Ibiraiaras, Escola São José em Pinto Bandeira, São Pedro no Bairro Fragata e nos Colégios São José de Pelotas, Flores da Cunha e Caxias do Sul Foi catequista incansável, Ministra da Eucaristia, função que exercia com muito respeito e amor e participava da Equipe de Liturgia da Comunidade e do Serviço de Animação Vocacional. Uma das formas que Irmã Lourdes assumiu como serviço de Evangelização e zelo missionário foi a participação nos grupos de Família onde a Palavra de Deus era lida, partilhada e rezada.

Uma vida de total doação ao Senhor e aos irmãos e irmãs como foi a da Irmã Lurdes é fruto de uma profunda intimidade com Deus que cultivava pela fidelidade à oração pessoal e comunitária e à celebração Eucarística.

A organização, a fidelidade aos compromissos assumidos, a delicadeza na maneira de se relacionar, a simplicidade faziam de Irmã Lourdes uma pessoa querida e admirada pelas pessoas que se achegavam a ela. Sabia elogiar, com alegria e espontaneidade, o bem que as pessoas realizavam. Era pessoa silenciosa, reflexiva, amável e caprichosa em tudo o que realizava. Sabia ouvir as pessoas sem emitir julgamento e tudo o que a ela era confiado era acolhido como sagrado. Sabia encontrar e acolher a Vontade de Deus nas mais diversas situações da vida. Como pessoa contemplativa, gostava de estar em contato com a natureza: as flores, os frutos e de tudo cuidava com zelo e carinho.

 Irmã Lourdes tinha um grande carinho e amava seus pais, irmãos e familiares. Preocupava-se quando passavam por alguma dificuldade ou doença e se alegrava com suas conquistas e realizações.

Quando a doença se agravou, sentindo que havia cumprido sua missão, conversou longa e serenamente com a Superiora Provincial numa entrega e total confiança em Deus. Até os últimos momentos de sua vida, viveu o que deixou, como conselho, para nós, Irmãs de São José, na celebração dos 50 anos de Vida Consagrada: “a entrega de nós mesmas a Deus nos une profundamente a Jesus Cristo e nos torna disponíveis ao serviço de nossas irmãs e irmãos.” E aos familiares desejou que vivessem firmes na fé, no amor e na esperança porque Deus os ama infinitamente. Tenham fé em Jesus Eucarístico e em Maria, nossa Mãe, dizia ela. E foi no dia 16 de julho, dia em que a Igreja celebra a festa de Nossa Senhora do Carmo que Irmã Lourdes Bernardina Zamban partiu para a Casa do Pai.

Querida Irmã Lourdes, tão rápido partiste para a morada que Jesus prometeu àqueles que são fieis até o fim. Queremos dizer-te que muito te admiramos e muito temos a aprender de tua vida, de tua missão e da tua maneira delicada e atenciosa de te relacionar e estar com as pessoas.

Ajuda-nos a sermos generosas na vivência de nossa Vocação de Irmãs de São José. Que saibamos cultivar os valores que são inegociáveis para quem assume o Evangelho como norma de vida e missão. Pede a Deus que nos envie sempre Vocações Religiosas e Sacerdotais comprometidas com a Igreja de Jesus. Continua cuidando de teus familiares, das pessoas que sofrem, da Congregação que está a caminho da realização de mais um Capítulo Geral. Intercede por todos nós que ainda peregrinamos nesta terra.

Descansa na Paz e no Amor misericordioso do nosso Deus. Amém!

Caxias do Sul, 17 de julho de 2015.

topo voltar