Irmãs de São José de Chambéry do Brasil e Bolívia
Fale Conosco
Memorial Saudades
Lourdes Brolo

 14/06/1940     19/05/2021



              Congregação das Irmãs de São José de Chambéry no Brasil

-  Núcleo São José -

                           

Nome Civil:  Lourdes Brolo                                              

Nome Religioso: Ir. Maria Ester

 

        * Nascimento: 14/06/1940

       + Falecimento: 19/05/2021

 

 

 “Sai da tua terra, do meio dos seus parentes e da casa de seu pai e vá para a terra que eu te mostrar.” Gn 12,1 -

 

            Na capela São José de Vila Segredo, do então distrito de Vacaria, hoje, Ipê/RS, nasce a penúltima filha do casal Atilio Brolo e Assumta Zampieri Brolo. Ao todo eram 13 irmãos. A mãe faleceu quando Lourdes tinha 8 anos, essa perda foi de muito sofrimento e dor, e o pai, pensando nos filhos  e não em si, não contraiu novas núpcias e assumiu a criação e educação dos filhos. Isso sempre foi muito admirado por Lourdes. Viviam de forma simples e humilde, mas a oração e o cultivo dos valores sempre estavam presentes e neste ambiente ela foi crescendo.

 

            Aos doze anos, já na escola, tiveram a visita de um Irmão Marista e ao ser perguntado quem queria ser padre, Irmã ou Irmão Marista, Lourdes mais que depressa disse: “Eu”. O pároco de então, visitou a família e desafiou o pai a deixar uma filha ser religiosa, visto serem sete filhas mulheres. O pai deixou a liberdade para decidirem. E mais uma vez, Lourdes disse: “Eu quero”. Também chamou a atenção do pároco, uma jovem que acompanhava Ir. Maria Eugênia, ela rezava alto e cantava lindamente. Lourdes nunca tinha tido contato com Irmãs, mas foi convidada pela Irmã a passar um dia na casa das Irmãs. Desde então, começou a se preparar e providenciar o que era necessário para iniciar a caminhada na vida religiosa.

 

            Em 1951, ficou com as Irmãs em Vila Segredo, no ano seguinte, precisou voltar para casa por ter ficado doente, mas retornou em 1953 e conclui os estudos primários. Depois foi à Flores da Cunha/RS para dar continuidade aos estudos.

 

Em 1957, vai ao Convento São José de Garibaldi/RS para trabalhar com a pré-escola junto com outras Irmãs. Iniciou a etapa do postulado no dia 20 de fevereiro de 1958 e no dia 17 de dezembro do mesmo ano, inicia a etapa do noviciado. Faz sua Profissão Temporária no dia 17 de dezembro de 1960, recebendo o nome de Maria Ester, vindo a consagrar-se definitivamente como Irmã de São José, a serviço do povo de Deus, no dia 29 de janeiro de 1967.

 

            Atou como professora em vários locais: Veranópoplis, Ibiraiaras, Cacique Doble, Sananduva, Ipê, São José dos Ausentes, Paim Filho, entre outros, todos aqui no RS. Sempre foi uma professora dedicada e muito exigente. Depois que se aposentou como funcionária pública, dedicou-se a ajudar na pastoral paroquial, esteve por vários anos em Faxinal dos Guedes, Ponte Alta do Norte, entre outros. Sempre foi uma presença acolhedora, alegre, comunicativa e interessada com as diferentes realidades que as pessoas se encontravam. Sempre aceitou as transferências solicitadas como sendo um chamando de Deus para estar a serviço onde lhe era pedido.

 

Ir. Loudres dizia: “Tive dificuldades, mas venci com a ajuda da Trindade, que sempre foi o fundamento de toda a minha espiritualidade. Sou de origem bem simples e procuro conservá-la. Sempre tive boa vontade, gosto da natureza, das atividades práticas, da oração e procuro fazer a vontade de Deus, apesar das minhas falhas”.

 

Vários textos bíblicos ajudaram Ir. Lourdes na caminhadaGn. 12,1 - Sai da tua terra, do meio dos seus parentes e da casa de seu pai e vá para a terra que eu te mostrar.; Mt 7,1 - Não julgueis e não sereis julgados; Lc 2 - Cântico de Maria, bem como os textos das Constituições da Congregação que fala da nossa Espiritualidade, da nossa vida fraterna e apostólica. Além disso, gostava sempre de ler jornais, ouvir noticiário a fim de entender a realidade que a cercava.

 

Ir. Lourdes aproveitava as ocasiões que encontrava jovens para desafiá-las a serem Irmãs, dizia que não era fácil, mas que valia a pena, que era para se deixarem seduzir por Deus e colocarem a vida a serviço das pessoas que não tinham paz, justiça e que viviam com medo e que muitas vezes não tinham o mínimo necessário para garantir a vida.

 

Sempre dizia que se pudesse começar tudo novamente, continuaria assumindo essa vocação. Gostava muito de estar em contato com a natureza e ouvir as dificuldades das pessoas. Com muita frequência, Irmã Lourdes era flagrada cantando, tinha voz muito afinada para o canto, ou assoviando alguma melodia. Era uma pessoa muito alegre e comunicativa. Era torcedora fanática do Grêmio, onde, ao assistir ou ouvir os jogos, vibrava, torcia, “brigava”, se envolvia plenamente.

 

Em 2019, por ser necessário maiores cuidados e atenção com sua saúde, passou a residir em Vacaria, mas a marca de sua disponibilidade e prontidão continuaram sempre muito presentes.

No dia 19 de maio, Ir. Lourdes foi ao encontro Daquele que a chamou a sair de sua terra, Daquele que foi a razão de sua vida doada a serviço dos irmãos, contando com 80 anos de vida e 60 anos de Vida Religiosa como Irmã de São José.

Querida Ir. Lourdes, obrigada por termos compartilhado da sua alegria, serviço, criatividade, disponibilidade, das suas músicas e outros dons que você foi agraciada. Junto de Deus, interceda pelos seus familiares, pelas pessoas que foram atingidas pela sua presença, pede por nós Irmãs de São José, para que possamos ser fiéis e coerentes com nosso Carisma. Pede pelo fim desta pandemia que semeia rastros de vazios, sofrimentos, lágrimas e muita dor.

 

Descanse na paz de Deus!

 

Após missa de corpo presente na Capela Funerária Sagrada Família, o corpo de Ir. Lourdes foi sepultado no Jazigo das Irmãs de São José, no Cemitério Santa Clara em Vacaria/RS.

 

Vacaria/RS, 19 de maio de 2021.