Irmãs de São José de Chambéry do Brasil e Bolívia
Fale Conosco
Memorial Saudades
Beatriz Ferraz do Conto

 16/09/1934     25/08/2020



Província da Congregação das Irmãs de São José de Chambéry no Brasil

Núcleo SSma. Trindade                                                                                             
                                                                                                                                                                       
                                                                                                                              Irmã Beatriz Ferraz do Canto 
                                                                                                                             * 16/09/1934     + 25/08/2020


“Cantarei eternamente a bondade do Senhor  e sua fidelidade de geração em geração”! (Sl 88, 1)


Beatriz Ferraz do Canto nasceu a 16 de setembro de 1934, em Piracicaba – SP, sendo seus pais o Sr. Joaquim Antonio Canto e sua mãe, a Sra. Francisca Ferraz do Canto. Cresceu numa família de seis irmãos, 2 homens e 4 mulheres, sendo Beatriz a quinta filha do casal. Na infância, andar de patinete era a sua preferência. Gostava de festas e de cantar. Na família, os valores cristãos eram muito cultivados e importantes na educação dos filhos. Foi no lar que I. Beatriz aprendeu a conviver com boas relações que marcaram para sempre sua vida. Irmã Beatriz era muito família, sempre se interessava por todos os familiares, impressionava como guardava o nome de tantos.


Beatriz fez seu curso primário num Grupo Escolar e o curso ginasial no Colégio Nossa Senhora da Assunção, das Irmãs de São José. Nesse tempo, sentindo o apelo de consagrar-se ao Senhor, no serviço dos irmãos, nasceu sua vocação à Vida Religiosa. Foi quando entrou para o Juvenato das Irmãs de São José em Itu, onde cursou os três anos de Magistério formando-se professora primária. Já na Congregação, para qualificar seu serviço, fez Especialização em Jardim da Infância no Instituto Pe. Anchieta e mais tarde, Pedagogia e Supervisão Escolar na Faculdade de Filosofia Nossa Senhora Medianeira dos Padres Jesuítas.

No dia 25 de janeiro de 1956, com muita alegria iniciou sua caminhada na realização de sua vocação entrando para o Noviciado, etapa de formação para sua doação total. A Tomada de Hábito foi a 08/08/1956 e seus primeiros votos no dia 04/09/1959. Enfim, perenizou sua consagração, pronunciando os votos definitivos no dia 02/02/1964. I. Beatriz viveu suas diversas travessias, sempre aberta ao Espírito, discernindo como ser presença e testemunho de Vida Religiosa, fiel e coerente no seguimento de Jesus.

Sua missão foi entre os jovens dos diversos Colégios das Irmãs de São José: São José em São Paulo, Colégio Patrocínio em Itu, São José de Jaú, Seminário da Glória em São Paulo e Nossa Senhora de Lourdes em Franca. Tornou-se forte o apelo ao serviço dos mais pobres, foi quando serviu no Centro Promocional Nossa Senhora de Lourdes, Franca, bem como serviu em outros Centros Promocionais. Foi Diretora do Centro de Educação São José, em São Paulo.

Além da área da Educação, é grande a lista de serviços de nossa Irmã Beatriz. Várias vezes, Coordenadora de Comunidade, membro e coordenação de Núcleos da CRB, membro da Equipe de Pastoral Diocesana em Franca e em Piracicaba, Coordenação de Catequese em Jaú, Pastoral da Liturgia em vários locais. Sim, foi notável sua contribuição na Liturgia. Amava dar cursos às Paróquias nessa área. Fazendo jus a seu nome de família, foi favorecida com uma bela voz sempre tão dedicada a celebrar e embelezar o Canto Litúrgico.

Em Itu trabalhou na Secretaria de Beatificação de Madre Teodora, ajudando em diversas atividades administrativas e sobretudo acolhendo as visitas ao túmulo de Madre Teodora e à Igreja do Patrocínio.

Irmã Beatriz era feliz em sua vocação e gostava de se relacionar com as pessoas de todas as idades. Era uma presença que colaborava para a união. Pessoa de boa índole, respeitosa e respeitada, carinhosa, amorosa, com todos, sem distinção nenhuma de raça ou de cor.Nos últimos anos, em Itu, acolhia e escutava muito bem as pessoas que vinham visitar a Igreja N. Sra. do Patrocínio. Era sinônimo de alegria, de generosidade. Tinha luz própria que além do ambiente, iluminava o coração de todos à sua volta. Ser humano que amava e despertava o amor com seus gestos, cuidado e carinho para com todos.Junto de Deus, é com certeza, uma intercessora para as pessoas viverem a cordial caridade! Como pessoa vai ficar, no coração de cada um, cada uma. Deixa muitas saudades. Irmã Beatriz é um anjo que foi para o céu e vai orar por nós.
Amava cuidar de plantas, de flores e conversava com elas, louvando a Deus! Tinha prazer em servir os bem-te-vis, que vinham à janela da casa...

Sempre batalhadora e competente nos seus compromissos. Tinha uma letra invejável para confeccionar belos cartazes.

As crianças Maria Eduarda Bellon e Luís Otávio Bellon, filhos de um casal amigo de I. Beatriz, também expressaram seus sentimentos através de um cartão escrito e desenhado: “Todos nós estamos tristes pela partida da Irmã Bia, mas se olharmos o lado positivo, agora ela não vai mais sofrer porque está no céu e lá é o lugar perfeito. Ela está com Deus, Jesus e o Espírito Santo que juntos formam a Trindade. Com muito amor e carinho”.

Nesse mês de agosto, inesperadamente, Irmã Beatriz sofreu um AVC, foi hospitalizada, recebeu tratamento, mas não resistiu. No dia 25/08, às 23:23 horas respondeu ao chamado do Pai e foi alegrar o paraíso, com sua querida e amável presença. Sim, foi Deus que a levou para alegrar o céu.

                                                                          Querida Irmã Beatriz, seja feliz na plenitude da VIDA, junto de Deus, conviva das eternas alegrias!



Nossa querida I. Beatriz era feliz em sua vocação e gostava de se relacionar com as pessoas de várias idades. Dedicou-se nos últimos anos no acolhimento das visitas à Igreja N.Sra.do Patrocínio em Itu e na Secretaria de Beatificação de Madre Teodora. Cuidava das plantas, das flores e conversava com elas, com louvando a Deus! Tinha prazer em servir os bem-te-vis, que vinham à janela. Junto de Deus I. Beatriz ajude as pessoas viverem a cordial caridade!

I. Beatriz viveu vários anos em Itu, onde acolhia e escutava muito bem as pessoas que vinham visitar a Igreja N. Sra. do Patrocínio. Era uma presença colaborava para a união. Pessoa de boa índole, respeitada, carinhosa, amorosa, com todos, sem distinção nenhuma de raça ou de cor. Sempre batalhadora e competente nos seus compromissos. Tinha uma letra invejável. Como pessoa vai ficar, no coração de cada um, cada uma. Deixa muitas saudades.

Quantos anos de convivência com I. Beatriz, quantos anos dando cursos junto, ela fazia a parte litúrgica e eu a parte das músicas.  A última vez me disse que estava em Itu, que fosse visitá-la.  E comentou que sua saúde está frágil, que não esperasse ela morrer.
Na vou me velório para guardar a imagem alegre da pessoa, como tenho da I. Miriam que me chama aí meu filho...  I. Beatriz é um anjo que foi para o céu e agora vai orar por nós. Deus a levou para alegrar o céu...

Nesse mês de agosto, inesperadamente, Irmã Beatriz teve um AVC, foi hospitalizada e tratada, mas não resistiu. No dia 26, pela madrugada respondeu ao chamado do Pai e foi alegrar o paraíso com sua querida e amável presença. 

                                                                                                         Querida Irmã Beatriz, seja feliz na plenitude da VIDA, 
                                                                                                                 junto de Deus, conviva das eternas alegrias!