Irmãs de São José de Chambéry do Brasil e Bolívia
Fale Conosco
Memorial Saudades
Irmã Ritta Pastore

 17/09/1936     15/10/2019



Província da congregação das Irmãs de São José de Chambéry no Brasil

           - NÚCLEO SÃO JOSÉ -

                       

                                                Nome Civil:  Ritta Pastore

                                                                   Nome Religioso: Irmã Celina da Apresentação

                                                                       

                                                                                     * Nascimento:  17 de setembro de 1936

                                                                                     + Falecimento: 15 de outubro de 2019

 

“O que importa é prosseguir decididamente” (Fil 3, 16)


Em Concórdia/SC, no dia 17 de dezembro de 1936, na família do casal Fortunato Pastore e de Dona Juliana Tonin Pastore, nasce a criança que recebe o nome de Ritta. Pertencente a uma família de muitos valores, viviam em união, no respeito, na honestidade e carinho entre todos, havia cuidado com a vida, a saúde e a educação. Os pais mostravam, pelo exemplo, que a família era sagrada e um tesouro maior. A família era alegre e feliz, misturavam o trabalho, a oração, a fé, as brincadeiras e também enfrentavam os sofrimentos. Os pais eram constante presença de amor e encorajamento. O pai era o catequista na família ensinando a História Sagrada, a vida dos santos, enquanto a mãe preparava as refeições. A expressão de carinho e afeição era uma característica marcante entre todos os membros da família. Cultivavam relações cordiais com a vizinhança a partir de filós, brincadeiras, cantos característicos. Outra característica da região eram as festas de Natal, Ano Novo, reza diária do terço, bem como as ladainhas. Era profundamente grata pela família feliz e abençoada que tinha.


            Neste ambiente de profunda fé e de cultivo de valores, foi despertando em Ritta, o desejo de se consagrar a Deus como religiosa. Em 1951, começa sua caminhada vocacional, com 14 anos entrando no Juvenato em Concórdia para fazer a etapa inicial. Após, ingressa no Convento São José em Garibaldi/RS, iniciando o Postulado no dia 24 de fevereiro de 1955, no dia 18 de dezembro do mesmo ano, inicia o Noviciado. Faz sua primeira profissão religiosa no dia 18 de dezembro de 1957 e se consagra definitivamente a Deus e aos irmãos fazendo sua entrega como Irmã de São José, no dia 29 de janeiro de 1963.


            Logo após sua Primeira Profissão religiosa é enviada a assumir sua missão em Caxias do Sul/RS, para concluir os estudos e realizar atividades direcionadas para a área da educação e catequese. Fez vários cursos, entre eles de Línguas Neolatinas e curso de catequese. Trabalhou como professora de ensino religioso, português e francês no Colégio São José em Caxias do Sul/RS e coordenou a catequese diocesana naquela localidade.


            Em 1969, a partir de seu pedido, foi enviada em missão para o Nordeste, trabalhando no Maranhão, Pernambuco e Mato Grosso do Sul. Nestas localidades, colaborava em diversas atividades como catequese, pastoral da juventude e jornadas bíblicas. Atuava também como professora de ensino religioso, francês e educação moral e cívica


Em 1994, retorna para o Sul para acompanhar os pais que se encontrarem doentes. Após, é enviada à Garibaldi/RS, onde continuou sua missão de visitar e ajudar nos trabalhos pastorais e nas escolas. Integra outras comunidades como Maximiliano de Almeida e São José de Lagoa Vermelha.


            Ir. Ritta sempre teve e cultivou um grande espírito missionário, voltado para as realidades e necessidades das pessoas que mais necessitavam. Guardava pormenores das experiências vividas e dos trabalhos que realizou junto às pessoas que era enviada. Se dedicou muito e foi muito criativa nas diferentes atividades realizadas.


            Guardava também boas experiências das comunidades por onde passou, destacando a unidade, a entre ajuda nos trabalhos, o respeito. Bem como as vestições e profissões religiosas eram marcantes para ela. Salientava as recreações comunitárias e os retiros feitos. Dizia em relação às Irmãs: “O exemplo de amor e doação a Deus e ao querido próximo, aos pobres, é um rastro de luz que se espalha nos cinco continentes nestes anos todas de existência da Congregação. Obrigada por tanto trabalho, sacrifício, amor e oração. O Senhor nos abençoe e ajude a viver nosso Carisma de Comunhão. Que sejamos mulheres humanas, de ternura, de ação e de esperança.”


            Teve um carinho especial aos familiares e se sentia profundamente grata por tudo o que seus pais fizeram por ela, desejando que a luz do Senhor brilhasse sobre eles; aos demais dizia ser feliz por serem unidos, se amarem e terem uma estima e respeito uns pelos outros. O exemplo dos pais continua a dizer que a família é um tesouro sagrado porque nela está a presença de Jesus. Abraça a cada familiar com a ternura de Jesus Cristo.


            Aos jovens de hoje diria: Coragem! A vida não é fácil para ninguém, em lugar nenhum. Se quisermos ser felizes, é importante prosseguir decididamente, tendo a certeza de que o Senhor está em tudo.


Com o coração profundamente transbordante dizia: Sou agradecida a Deus, à Congregação, às Irmãs e aos queridos familiares. Deus me tem instruído desde minha juventude e até hoje proclamo as suas maravilhas. Na minha velhice, ao declinar de minhas forças, não me abandones, Senhor Deus! Bendize minha alma ao Senhor e tudo o que existe em mim bendiga o seu santo nome”.


Em novembro de 2018, com suas forças diminuindo significativamente e necessitando de acompanhamento mais direto e especializado, passa a integrar a comunidade São José do Patrocínio em Vacaria/RS.


Ir. Ritta, obrigada pelo seu serviço e testemunho, por ter prosseguido decididamente no serviço dos irmãos, servindo à Deus. E, no dia em que celebramos a oficialização da Congregação, no mês missionário, parte para junto de Deus, para festejar no céu, a festa da unidade e comunhão, junto com tantas Irmãs de São José que por lá estão. Interceda por nós, Irmãs, que ainda estamos na travessia deste mundo, olhe com carinho por seus familiares a quem tanto amaste.


 Com 83 anos de vida e 61 anos de Vida Consagrada como Irmã de São José, celebra a Páscoa definitiva. Ir. Ritta, receba de Deus a coroa pela sua fidelidade e pelo seu espírito missionário e fique na paz de Deus.


 Ir. Ritta, após missa de corpo presente realizada na Capela da Funerária Sagrada Família, foi sepultada no Cemitério Municipal Santa Clara no jazigo das Irmãs de São José, em Vacaria/ RS.


                                                                                                                                                                                    Vacaria, 15 de outubro de 2019.