Irmãs de São José de Chambéry do Brasil e Bolívia
Memorial Saudades

Leonila Vicenzi

 12/03/1923     22/03/2019



PROVÍNCIA DA CONGREGAÇÃO DAS IRMÃS DE SÃO JOSÉ  DE CHAMBÉRY  NO BRASIL.


                                                                                                 IRMÃ LEONILA VICENZI

                                                                                                             Amabile Vicenzi

                                                                                                                                                       *12/ 05/1923

                                                                                                                                                        +22/O3/2019

 

 

“Eu te amo, Senhor, minha força, meu rochedo,

minha fortaleza, meu libertador.” Sl 17

 

Amabile Vicenzi  filha de Giuseppe Vicenzi e de Radiconda Cercina, nasceu em Viadutos, Erechim - Rio Grande do Sul, no dia 12 de maio de 1923. Seus pais,  pessoas de fé profunda, levaram a menina à Pia Batismal em 08 de julho de 1923, na Igreja  de Viadutos, Santa Maria RS e  foi Crismada em 1925, na mesma localidade. O clima de fé e de muita oração da família, e o exemplo de sua  Irmã que já   seguia  a Vida Religiosa  e  de quem a mãe muito falava e rezavam por ela, despertou em Amabile o desejo de seguir a Vida Religiosa.  Com todo o apoio da família iniciou sua formação na Congregação da Irmãs de São José.


Em 20 de março de 1941 foi admitida ao Postulado no Convento São José de Garibaldi,  iniciando  a primeira etapa de formação para Vida Religiosa . Em 18 de 0utubro, do mesmo ano, foi admitida ao Noviciado, recebendo o  hábito e o nome de  Irmã Leonila. Em 19 de outubro de 1942  fez  a Profissão Temporária.  Feliz com a vivência da primeira Consagração e  desejosa de continuar vivendo na fidelidade sua vida consagrada, no serviço de Deus e dos Irmãos, em 23 de fevereiro de 1949, fez sua entrega definitiva a Deus, emitindo os Votos Perpétuos de  Pobreza, Castidade e Obediência .

  

Irmã Leonila, pessoa muito alegre, disponível,  serviçal , exerceu com muito amor e carinho sua Missão de Educadora na Escola São Luiz e nas creches Santa Ana, em Rio Grande e São Francisco, em Porto Alegre. Trabalhou como enfermeira no Educandário São João Batista, em Porto Alegre, dedicando seu tempo, trabalho e carinho às crianças com deficiência.Transferida para a Comunidade São Luiz, dedicou-se ao serviço de motorista no atendimento à Comunidade, sempre pronta, não importando hora e tempo. Gostava de ajudar e servir os outros. Era muito procurada por pessoas leigas que buscavam  sua orientação. Tinha um carinho especial para os pobres. Irmã Leonila contagiava a todos com seu senso de humor e muita alegria. Dedicou-se, também, a serviços diversos:  no Projeto social “Confecção de Fraldas, enfermaria, portaria, costura. Sempre foi  presença atenciosa às Irmãs necessitadas de ajuda. Onde havia alguma necessidade, lá estava Ir. Leonila .   


Tudo pela maior glória de Deus e a salvação das almas era o lema inspirador de sua vida. Amava a vida comunitária e  esforçava-se  para bem viver a fraternidade a exemplo das Irmãs mais idosas.


Assim Irmã Leonila se expressou: “A vida comunitária me deu muita alegria; a convivência com as Irmãs e sua caridade para comigo foi uma experiência maravilhosa, me fez viver.  Recebi  muito carinho delas. Na maneira de tratarem comigo eram respeitosas e acolhedoras”.


           Quando jovem Juniorista, foi  acometida pela lepra. Sofreu muito. Suportou tratamento longo e o isolamento, acolhendo com fé a vontade de Deus.


A oração, a partir dos Salmos e do  Evangelho, foram luz no seu caminho. Dedicava grande amor ao Sagrado Coração de Jesus, a Virgem Maria, São José e à Eucaristia.


Irmã Leonila deixou para nós, suas Irmãs, Familiares e Amigos o testemunho de paz, serenidade, alegria e de um grande amor ao próximo.


Em 24 de setembro de 2014, necessitando de cuidados especiais, foi-lhe solicitada a transferência da Comunidade São Luiz para a Comunidade Nazaré, a fim de receber maiores cuidados das enfermeiras e cuidadoras.


Ir. Leonila, sempre com seu sorriso, que lhe era peculiar, recebia com muito carinho e gratidão a todos que a visitavam.


No longo tempo de sua enfermidade, conservou sempre a alegria, expressão de sua  acolhida da vontade do Pai que tanto amava.

 

Em  22 de março de 2019, Deus a chamou para o eterno face a face.

 

Querida Irmã Leonila,

 

Hoje, foste acolhida no eterno abraço do PAI.

Sentimos a tua partida.

Mas continuas tendo um lugar especial no coração de cada uma de nós,

 tuas irmãs, de teus familiares, de teus amigos.

Continuam gravados em nosso coração teus exemplos de fé, de alegria, de amor,

de dedicação, do muito carinho que dedicavas às pessoas de teu convívio.

Irmã Leonila, pede a Deus por teus familiares, amigos, enfermeiras, cuidadoras e

por todos nós, que estamos  a caminho,

para que sejamos testemunhas da vivência fraterna, da unidade, da fidelidade

à missão que Deus nos confiou na construção de seu Reino.

 

Porto Alegre, 22 de março de 2019.









topo voltar