Irmãs de São José de Chambéry do Brasil e Bolívia
Artigos
14/07/2020
Mobilização cria grande rede de solidariedade na pandemia


O período de pandemia não ficou restrito a isolamento e lamentos. Em Guaíba, a solidariedade aflorou em muitas iniciativas. A Comunidade das Irmãs de São José de Chambery foram protagonistas de uma mobilização que envolveu entidades, empresas e organizações da sociedade civil. A provocação das Irmãs viu surgir uma rede solidária. Essa iniciativa assegurou o atendimento das famílias em situação de extrema vulnerabilidade, especialmente dos bairros Bom Fim, Nova Guaíba, São Francisco e Vera Cruz.

Foi constituída uma rede de cooperação que contou com o repasse de alimentos não perecíveis pela Cáritas Arquidiocesana, Banco de Alimentos, SESC Mesa Brasil, Irmãs de São José de Porto Alegre, outras organizações e pessoas voluntariamente. Essa ação assegurou a distribuição, mensal de cestas básicas para 150 famílias. Com apoio de empresas foram distribuídas ainda 720 viandas semanais com alimentos prontos para o consumo. 

Segundo a Ir. Ângela Ribas, um dos destaques dessa ação foi a disponibilidade de um grupo de pessoas voluntárias da comunidade que foram incansáveis na tarefa de recolher e distribuir o alimento.  “Em razão da chegada do inverno, uma das situações que preocupa é a dificuldade das famílias para garantir vestimenta adequada. A falta de agasalho, que abrigue do frio, provoca inúmeras doenças e problemas de saúde”. Para atender a essa necessidade, a mobilização garantiu a distribuição de mais de 3,5 mil roupas. Um grupo de mães do projeto social PROJARI confeccionaram ainda três mil máscaras. Esses equipamentos de proteção individual foram distribuídos às pessoas em situação de vulnerabilidade, acompanhado de panfletos de orientação, seguindo as recomendações da Organização Mundial da Saúde para prevenir contra a COVID-19.

Para surpresa das Irmãs, a iniciativa ganhou muitos adeptos. Um grupo de agricultores de Nova Roma do Sul enviou frutas e verduras para colocar à disposição da comunidade e alimentar especialmente as crianças. Segundo Ir. Ângela, a boa iniciativa suscitou até uma nova expressão: “solidariedade gera solidariedade”. Para a religiosa, a iniciativa despretensiosa acabou desencadeando um sentimento bonito no cuidado com a vida. Ela ressalta que essa iniciativa está em sintonia com o compromisso proposto pela JPIC das Irmãs de São José, que estimula a cuidar da vida e da obra da criação.

Elton Bozetto – RP 10.417



COMENTÁRIOS!
IRACI DE FATIMA CIRINO DOS SANTOS
03/08/2020 21:08:26
Parabéns pela mobilização.
É a solidariedade e a partilha enaltecendo e fortalecendo o dom maior: a VIDA.

Envie seu comentário

*Campos marcados com  barra são de preenchimento obrigatório.
topo voltar