Irmãs de São José de Chambéry do Brasil e Bolívia
Nossa História - Província de São Paulo
 
IRMÃS DE SÃO JOSÉ - PROVÍNCIA DE SÃO PAULO - SP
No século XVII, na cidade de Le Puy – França, Padre Jean Pierre Médaille – SJ, fundou a Congregação das Irmãs de São José que logo se espalhou por todo o centro da França.

Com a Revolução Francesa, em 1789, muitas Irmãs foram encarceradas: cinco morreram mártires. Após a Revolução, as Irmãs se espalharam pelo mundo chegando a países longínquos.
 
 

As Irmãs de São José chegaram da França ao Brasil, em São Paulo, a pedido do bispo D. Antônio Joaquim de Melo, em 1858. Eram 7 Irmãs, mas uma delas adoeceu na viagem e vindo a falecer, foi “sepultada” no mar. Logo, na segunda viagem, em 1859, veio a I. Maria Teodora, com 24 anos, como responsável pelas Irmãs e pela Missão. 

O Patrocínio foi o primeiro Colégio de Irmãs para meninas e moças no Estado de São Paulo e alcançou renome e fama fora do Estado. Para seu internato acorriam alunas de várias partes do país. Madre Maria Teodora se desdobra e mostra-se uma educadora completa pela clareza e perícia com que organiza o programa de estudos. Em pouco tempo, ela e as Irmãs conseguem resultados notáveis, aplaudidos por Inspetores e autoridades da Igreja.

 
 

Muito humana, Madre Maria Teodora Voiron enfrentou as barreiras do preconceito da sociedade, numa época em que reinava a escravidão negra no Brasil. Junto ao Colégio Nossa Senhora do Patrocínio, ela ousou abrir uma escola gratuita para as meninas negras, filhas de escravos.

O Colégio Patrocínio cresce bem como o número de Irmãs. São muitas as solicitações de  Escolas e Hospitais. Madre Maria Felicidade, da distante França, acompanha, exultante e agradecida a Deus, a florescente Missão.

Em l872 reúne o Conselho Geral para aprovar a Missão brasileira como nova PROVÍNCIA. Madre Maria Teodora Voiron é nomeada Superiora Provincial para o Brasil.

Na responsabilidade de Provincial, sempre grande batalhadora, Me. Maria Teodora continua dando extraordinário impulso à missão. Mais Irmãs chegam da França e cresce o número de Irmãs nativas. Nos 62 anos de sua missão, Madre Maria Teodora Voiron, além de vários colégios,  promoveu numerosas obras de caridade como orfanatos, asilos, hospitais, leprosários e escolas para meninas pobres. As Irmãs marcam presença prestando todo tipo de serviços ao “querido próximo”.

M. Teodora faleceu em Itu, em 1925 com fama de santidade. O povo começou a venerá-la e pedir-lhe graças. Até nossos dias, muitas pessoas do país inteiro visitam seu túmulo em Itu. Seu processo de beatificação está em andamento e ela já recebeu o título de “Venerável”.

Com o passar do tempo, as Irmãs da Província de São Paulo, além da área da Educação e da Saúde, se fizeram presentes na Pastoral Popular nas periferias e no interior como também na Assistência Social e Promoção Humana em Centros para adultos e menores carentes. Ser presença do “grande Amor de Deus” junto ao povo é tudo o que elas desejam.
 
topo voltar