Irmãs de São José de Chambéry do Brasil e Bolívia
Notícia
30/11/2017
Memorial São José

 1898 – 2017 GARIBALDI / RS

 

O memorial é um sonho concretizado. Há algum tempo tem se sonhado em guardar, em forma memorial, as marcas da História construída por nossas Irmãs no Rio Grande do Sul. O projeto foi feito e aprovado. O trabalho foi iniciado. Muitas pessoas trabalharam para que fosse concluído ainda este ano.  Uma arquiteta foi contratada, as Irmãs: Enedina Pierdoná e Enelita Lazzari foram incansáveis e deram tudo de si para colaborar na pesquisa de documentos e materiais, bem como Ir. Eulalia Antoniazzi e as Irmãs da Comunidade em Garibaldi. Assim, com o apoio constante de Ir. Cecília Berno, animadora do Núcleo, e do Conselho Provincial, no dia 25 de novembro a inauguração aconteceu.

 

Palavras de Ir. Luiza Rodrigues, Superiora Provincial, na Inauguração do Memorial

 

Queridas Irmãs, amigos e amigas,

 

Vivemos em tempos de mudanças e de transformações como sociedade, Igreja e Congregação. É preciso estar atentas para salvaguardar os valores do Carisma e da Espiritualidade das Irmãs de São José, vividos e construídos, com muito carinho, doação dos dons e recursos materiais de nossas Irmãs que tudo deram de si na construção dessa história que herdamos.

 

1898 - 2017: O memorial das Irmãs de São José, em Garibaldi, é expressão do sonho de todas nós de preservar a história e a memória de quase 120 anos de presença no RS. Este espaço abriga registros do tempo, através de fotografias, de documentos e de artefatos antigos... Marcas da ousadia, da fé e da dedicação de muitas mulheres consagradas que não podem ficar escondidas. Com a finalidade de torná-la conhecida e perpetuada, colocamos esta preciosidade à disposição de toda a Província, dos Leigos/as do Pequeno Projeto, dos hóspedes do Hotel Mosteiro, do povo garibaldense e das futuras gerações.

 

Desejo que este memorial não seja um caminho em direção ao passado, mas um lugar de possíveis diálogos entre o passado, presente e futuro. Um abrigo do antigo e do novo. Nas palavras do Papa Francisco, “repassar a própria história é indispensável para manter viva a identidade e também robustecer a unidade da família e o sentido de pertença dos seus membros. Narrar a própria história é louvar a Deus e agradecer-Lhe por todos os seus dons”.

 

Agradecemos a todos e todas pelo belo e desafiador trabalho de reunir, resgatar e organizar a vida e a história da Irmãs de São José, no Núcleo Caminho Novo.

 






Galeria de imagens

(33 imagens)

Envie seu comentário!!!
*Campos marcados com  barra são de preenchimento obrigatório.
topo voltar