Irmãs de São José de Chambéry do Brasil e Bolívia
Notícia
25/08/2017
Postulante Eunice Conta Sua Experiencia

EUNICE CORDEIRO DE SOUZA

Tive a graça de estagiar em Vacaria/RS, comunidade Esperança, aos 10 de março de 2017 a 28/07/2017. Aprendi a conviver com a irmã Carmelinda Pinzeta, Irmã Luisa Helena Michelin e Irmã Rosa Helena Torchetto.


Nos primeiros dias perguntei a mim mesma: onde poderia ajudar e em que poderia somar? No começo elas me deixaram muito a vontade, era eu quem teria que descobrir em que poderia ser útil. Observei bastante, procurando sempre colocar em prática o meu um ano de formação no postulantado e aos poucos fui descobrindo e conhecendo cada uma delas, seus gostos e costumes. Elas fizeram questão de não modificar nada.


Logo fui participando na comunidade e ajudando no que podia. Fiquei admirada em ver o cuidado que uma tinha com a outra. Nelas pude sentir o carisma e a espiritualidade da Irmã de São José. Eu era tratada como se fosse uma Irmã. Tinham como trabalho a saúde com os remédios fisioterápicos que a comunidade atendia os pobres, carente de farmácia e médicos. Os remédios nós mesmas os fabricávamos, desde o plantio das ervas, a colheita, lavagem, extração de sua tintura até o seu engarrafamento. Era tão bom o resultado que as pessoas indicavam para vizinhos, familiares e até para outras cidades e estados. A boa recepção é o começo de um bom tratamento.


No trabalho pastoral aprendi com as irmãs como formar lideranças. Respeitavam as lideranças, eles trabalhavam, cuidavam e davam ideias tanto na parte religiosa como social. Eu acompanhava na visita às famílias e em encontros de catequese diocesano e um encontro regional em Caxias do Sul. As irmãs eram presença, luz e força para esse povo. Sai agradecida a Deus por ter me escolhido para estagiar nesta comunidade e as irmãs que me acolheram e muito me ajudaram

 









Galeria de imagens

(1 imagens)

Envie seu comentário!!!
*Campos marcados com  barra são de preenchimento obrigatório.
topo voltar