Irmãs de São José de Chambéry do Brasil e Bolívia
Memorial Saudades

Luisa Odila Giusti

 11/12/1916     24/04/2018



Província da Congregação das Irmãs de São José de Chambéry no Brasil

Núcleo Caminho Novo

                                                                                           IRMÃ LUISA ODILA (Urolia Onorina Giusti)

                                                                                                                           * 11/12/1926

                                                                                                                                                                 + 24/04/2018

 

“Felizes os pobres de coração porque o Reino de Deus lhes pertence. Felizes os misericordiosos porque alcançarão misericórdia” (Mt 5, 3 e 7).


Irmã Luisa Odila Giusti nasceu no município Flores da Cunha no dia 11 de dezembro de 1926.


Seus pais, José Giusti Sobrinho e Angela Sandi, formaram e educaram os filhos no amor, na unidade, no cuidado com a natureza e na solidariedade com as pessoas. Tinham bom relacionamento com os vizinhos. Em família, assistiam a missa dominical e à noite sempre reservavam um tempo para a oração do terço. Enfrentavam as dificuldades, a falta de conforto, o trabalho árduo, com naturalidade, não perdendo as oportunidades de se encontrar com outras famílias para celebrar a festa da vida.


Irmã Luisa Odila como Religiosa soube traduzir na sua existência o exemplo, o testemunho de unidade, de caridade e harmonia vividos na família.


Em fevereiro de 1946, aos 20 anos, no desejo de discernir melhor sua vocação, entrou no Postulado da Congregação das Irmãs de São José em Garibaldi. Acolhendo o chamado que o Senhor lhe fazia, no mesmo ano, fez o Noviciado. Em dezembro de 1947, fez seu primeiro engajamento, prometendo fidelidade a Deus por toda vida.


Pessoa generosa e compassiva com os sofredores, dedicou-se durante 41 anos no cuidado aos doentes no Hospital Psiquiátrico São Pedro, em Porto alegre. Muitas vezes, durante sua vida, recordava, com gratidão a Deus, esse tempo onde foi capaz de estar junto e confortar as pessoas que lá estavam que, segundo ela, são os mais pobres entre os pobres.


Continuou sua missão de atendente de enfermagem, depois, na Comunidade da Betânia, em Garibaldi, junto às Irmãs. Era atenciosa com todas e zelava para que cada uma cultivasse o amor de Jesus que se doa na Comunhão e a Ele confiasse suas dificuldades, dores e os momentos de esperança vividos no dia a dia.


 Em 1992, fez uma nova experiência de vida no trabalho junto ao povo no Bairro Bela Vista, em Garibaldi, voltando, em 1996, na Comunidade São José de Garibaldi.


Em 2012, passou a integrar a Comunidade da Betânia.


Irmã Luisa Odila dedicava tempo no cultivo da intimidade com Deus. Perguntada sobre o número das Constituições das Irmãs de São José que lhe dava força e a sustentava em sua missão, ela responde: O número 20 que diz: “A intimidade com o Senhor é uma exigência de nossa vocação...”


            Para Irmã Luisa Odila, o valor do trabalho estava em fazer o que se faz com amor e doação por inteiro. Sua simplicidade a fazia contentar-se com o necessário. Não sentia necessidade de acumular bens. Tinha bom gosto. Falava pouco e dava atenção às palavras que lhes eram dirigidas. Vivia uma doação silenciosa.


Um dos motivos que faziam sua vida feliz eram as lembranças da celebração dos 50, 60 e 70 anos de fidelidade ao Senhor como Irmã de São José. Sentia-se agraciada e agradecida a Deus pelo apoio e ajuda que recebia na Congregação.


Em relação aos familiares demonstrava muito afeto e estima.


Apesar das dificuldades, sofrimentos e insegurança em vista de sua saúde que era precária, Irmã Luisa Odila buscava sustento na Palavra de Deus e nos Sacramentos da Eucaristia e da Reconciliação. Em suas preces, suplicava a Deus que enviasse Vocações Religiosas. Seu sonho era de que muitas jovens descobrissem a felicidade de seguir os passos de Jesus na Vida Religiosa Consagrada.


Tinha grande devoção e respeito à Eucaristia. O tempo dedicado à oração, à escuta da Palavra de Deus era sagrado. As Primeiras horas do dia eram dedicadas ao Senhor. Todas as manhãs, cedo, estava junto a Jesus na Capela. Com certeza, esse tempo precioso a preparou muito bem para o momento em que o Senhor a chamou para junto de si no dia 24 de abril de 2018, aos 91 anos de idade. Irmã Luisa Odila estava preparada.


Querida Irmã Luisa Odila, para nós que cremos na promessa de Jesus que diz: “Aquele que acredita no Filho possui a Vida eterna”, sabemos que estás junto de Deus gozando da felicidade plena. Intercede por nós, Irmãs de São José, para que saibamos viver com simplicidade, generosidade e humildade nossa vocação, seguindo os passos do nosso fundador: Padre Jean Pierre Médaille. Suplica a Jesus que envie vocações generosas à sua Igreja e enquanto continuamos nossa peregrinação nesta terra, te desejamos: descansa na paz do nosso Deus que é Pai.

 

 






topo voltar