Irmãs de São José de Chambéry do Brasil e Bolívia
Memorial Saudades

Irmã Oneida Maria Ragnini Belusso

 29/11/1942     09/12/2017



PROVÍNCIA DA CONGREGAÇÃO DAS IRMÃS DE SÃO JOSÉ DE CHAMBÉRY NO BRASIL

Núcleo São José

                                                                          Nome Civil: Oneida Maria Ragnini Belusso

                                                                          Nome Religioso: Irmã Oneida Maria

 

                                                                         *  Nascimento:  29.11.1942

                                                                         + Falecimento: 09.12.2017

 

“Eu vim para que todos tenham vida e a tenham em abundância”. (Jo 10,10)

 

Na cidade de Paim Filho/RS, na família de Angelo Belusso e Tereza Ragnini Belusso, nasceu no dia 29 de novembro, filha que recebeu o nome de Oneida Maria. Ocupou o terceiro lugar dentre seus irmãos e irmãs. Participava, ativamente, da vida e da religiosidade da família, fazendo orações sempre antes das refeições e com toda a família, diariamente rezavam o terço.


            Fez seus estudos primários na cidade onde nasceu, Paim Filho. Morando nesta cidade onde havia Irmãs, teve contato e conhecimento com estas desde cedo e desejou ser Irmã de São José. Com 15 anos, saiu da casa paterna e foi  para ao Convento São José de Garibaldi, a fim de continuar seus estudos e iniciar a caminhada na Vida Religiosa, iniciando, então, a etapa do Postulado em 18 de fevereiro de  1961, no ano seguinte, no dia 17 de dezembro,  inicia a etapa do Noviciado. No dia 17 de dezembro de 1963,  faz sua Primeira Profissão, entregando-se ao Senhor e aos irmãos como Irmã de São José. No dia 24 de maio de 1970, na Paróquia Nossa Senhora do Rosário em Concórdia/SC, fez  a Profissão  Definitiva.


Logo após sua Primeira Profissão religiosa,  passa a integrar a Comunidade das Irmãs em Concórdia, onde também se dedicou à Educação e à coordenação do grupo de jovens da Paróquia Nossa Senhora do Rosário.


             Em 1980, foi transferida para a Comunidade São José de Chapecó, a convite de Dom José Gomes, Bispo da Diocese de Chapecó. Ali, assumiu a coordenação do ensino religioso das escolas estaduais, onde se dedicou com muito carinho. Trabalhou como professora de Língua Portuguesa no colégio estadual de Chapecó. Ao mesmo tempo, coordenava grupos de catequese. Atuou como professora e revisora de textos na Faculdade UNO CHAPECÓ. Também, atuou como revisora de textos litúrgicos para Ministros da Eucaristia das comunidades.


        Fez Mestrado em Educação em convênio com a UNDESE E IPLAC – com professores que vinham de CUBA. Sempre gostou da Educação. Dedicava seu tempo em preparar e corrigir as atividades dos alunos. Doou sua vida em favor da Educação.


            Sempre foi muito dinâmica, principalmente na universidade UNO de Chapecó, na Educação e na promoção dos Índios, em várias escolas indígenas. Os professores e alunos sempre tiveram admiração e estima por essa educadora, e isso era muito merecido   pois não media esforços na sua ajuda e dedicação a eles.


          Na comunidade religiosa, sempre estava atenta aos acontecimentos e necessidades das Irmãs e tinha muito zelo na conservação dos bens. Procurava sempre marcar presença nas atividades e caminhada da Província. Sentia-se pertença e responsável pela caminhada como um todo. Apreciava quando algo novo aparecia, atribuía esse acesso à Vocação Religiosa e à Madre Justina Inês. Tinha grande devoção a São José. Na comunidade São José de Chapecó, atuou por 37 anos. Na sua grande disponibilidade participava ativamente na sociedade, com os grupos de jovens e sempre estava pronta a ajudar seus semelhantes.

 

         Alguns depoimentos dos alunos:

 

·       “Querida Irmã Oneida, você é um exemplo de pessoa e professora, uma inspiração que sempre soube me motivar para aprender e despertar minha curiosidade. Um agradecimento do fundo do coração”. (Jaqueline Biavatti)

 

·       “A senhora é uma mulher maravilhosa e experiente. Quando nos deu aula sua forma de docente nos cativou e alegrou imensamente”. (Natalia)

·       “Você foi uma inspiração para todos nós”. (Bruno Maciel)

·       “A influência de um boa  professora jamais poderá ser apagada. Obrigada Professora Oneida”. (Tiago)

 

Estando em plena atividade, sente-se desconfortável com dores na coluna e buscou o médico. Para sua e nossa surpresa era algo grave que ninguém esperava. Faz sua trajetória de dor e entrega neste mês com bastante serenidade e tranquilidade. O Senhor da vida vem ao seu encontro para a entrega definitiva, no dia 09 de dezembro, contando com 75 anos de vida e 53 anos de Vida Religiosa, como Irmã de São José.


Querida  Ir. Oneida, somos profundamente agradecidas pelo seu exemplo de doação e dedicação como Irmã de São José e por sua vida dedicada, de modo especial, na educação. Com certeza, muitas pessoas foram e são melhores por causa do seu ensinamento, sua palavra e ajuda. Junto de Deus, olha com carinho pelos seus familiares que você sempre quis tanto   bem. Eles sentem muito sua partida; olha por nossa   Província e Congregação que tanto amou e se envolveu, para que possamos continuar com coragem e esperança nossa missão de unidade e Comunhão. Acompanhe, do céu, cada um de seus alunos e suas famílias que foram marcados com sua presença e profissionalismo. Receba de Deus, Ir. Oneida, a recompensa de sua vida doada. Descanse na paz de Deus!


Ir. Oneida, será velada na capela mortuária municipal de Concórdia, ao lado ao Cemitério e será sepultada neste cemitério.

 

                          Concórdia - SC, 09 de dezembro de 2017.

 








topo voltar